Florisa Maria

Magalhães Ballvé:

Uma moradora da Independência

Por Clauveci Muruci  de Porto Alegre/RS

Florisa Ballvé é natural de Bagé. Costumava passar as férias em Porto Alegre e se hospedava no famoso Grande Hotel, na Praça da Alfândega. Ao casar, em 1967, mudou-se definitivamente para Porto Alegre, vindo morar no Bairro Independência, na avenida de mesmo nome, em um casarão pertencente à família do seu sogro.

 

Floriza Ballvé mora no Bairro Independência. A partir desta localização participou de vários movimentos culturais e de grandes eventos de moda a cargo de importantes nomes, como o costureiro Baron, do Atelier de Mary Steigleder; o estilista Cattani, costureiro das famosas máscaras carnavalescas; e o bem sucedido estilista Ruy.

 

O comércio exuberante das décadas de 70 e 80 também é relembrado pela moradora ao citar a Confeitaria Thonpson, que fora ponto de encontro de toda uma geração, e as grandes noites no Encouraçado Potemkin, que igualmente marcaram a memória dos anos 70. “O ponto mais romântico daqueles tempos - lembra ela - são os charmosos bondinhos, que cruzavam a Avenida Independência nos dois sentidos, transportando os passageiros, muitos deles pendurados pelo lado de fora”.

 

Floriza Ballvé hoje continua morando no bairro, em um confortável apartamento na Rua Garibaldi, onde mantém sua rotina no local onde viveu grandes momentos de sua vida, ao reencontrar amigos para um cafezinho e uma boa conversa.