amanhã é hoje

Luiz Antonio Machado Lopes

Autor de inúmeros contos, crônicas e poemas, Luiz Antonio Machado Lopes lança-se agora na aventura de exibir parte de seu trabalho a partir do livro Amanhã é Hoje, publicado pela Muruci Editor, juntando várias coletâneas em um só texto, mantendo a reflexão humanista sobre as relações que sempre nortearam seus inúmeros escritos na docência. 

Em Amanhã é Hoje sua escrita mantém a descontração e a busca pela leveza na narrativa, tornando a leitura agradável e ao mesmo tempo mantém o fio condutor da reflexão sobre o estar no mundo e a percepção da finitude dos momentos de gozo. Prende o leitor com a sucessão de episódios que confundem realidade e fantasia valendo-se da liberdade literária de romancear e inventar situações que se mesclam e se apresentam de forma hilária e burlesca.

"Isto me faz perceber que a vida é como uma grande tapeçaria tecida um pouco a cada dia, composta de vários tipos de fios, com diferentes matizes e, quando exibimos um pedaço já pronto, realçamos a sua beleza e escondemos por debaixo da talagarça os fios mais rotos, as imperfeições. Assim como contamos nossa vida romanceando algumas passagens e omitindo aquelas que reservamos escondida até mesmo de nós, porque como juízes de nossa consciência somos parciais e não nos permitimos expor nossas mazelas."

"Sabes que algumas vezes eu penso que sou personagem de um filme que nunca fica pronto e diariamente tenho que refazer parte da mesma cena?"

Luiz Antonio Machado Lopes 

Amanhã é Hoje | Capítulo O Chaturo

Amanhã é Hoje

Luiz Antonio Machado Lopes lança-se agora na aventura de exibir parte de seu trabalho a partir do livroAmanhã é Hoje, publicado pela Muruci Editor, juntando várias coletâneas em um só texto, 

Luiz Antônio Machado Lopes

O Autor Luiz Antônio Machado Lopes comenta sobre o lançamento do seu livro "O Amanhã é Hoje" publicado pela Muruci Editor com sessão de autógrafos marcada para a 64ª Feira do Livro de Porto Alegre no dia 7 de Novembro as 16h30min.

No Amanhã é Hoje, mantém a descontração e a busca pela leveza na narrativa, tornando a leitura agradável e ao mesmo tempo mantém o fio condutor da reflexão sobre o estar no mundo e a percepção da finitude dos momentos de gozo. Prendo e deleita o leitor com a sucessão de episódios que confundem realidade e fantasia valendo-se da liberdade literária de romancear e inventar situações que se mesclam e se apresentam de forma hilária e burlesca.

SessÃO de Autógrafos

na 64ª Feira do Livro de Porto Alegre 

Dia 07 de novembro às 16h30