DOCUMENTÁRIO RESGATA A LUTA CONTRA A DITADURA DE 64

Estreou na sexta-feira, dia 8, o filme documentário Amanhecendo Cicatrizes, que conta um pouco da vida e luta de Antônio AlberiMaffi, que aos 20 anos de idade foi preso, torturado e condenado pela sua luta contra a ditadura midiática-civil-militar de 1964. 

Por Juarez Braga Zamberlan

Jornalista MTb 17575 e Co-diretor do Festival de Cinama de Três Passos

Alberi integrava a Vanguarda Popular Revolucionária – VPR, juntamente com Roberto de Fortini, ReneuMertz, Bruno Piola, João Carlos Bona Garcia e outros.

O grupo, que atuava com a fachada de uma empresa pesqueira, tinha a incumbência de instalar uma base tática da VPR às margens do rio Uruguai, mais precisamente na Barra do Turvo, hoje município de Esperança do Sul. Segundo relatos, essa base tática poderia abrigar o comandante da organização, Carlos Lamarca, que, ao se dirigir para a região nordeste, acabou sendo morto pelas forças da repressão.

Em 1970, o grupo foi preso. Ficaram detidos em Três Passos, onde hoje é o prédio do Hospital de Caridade. Foram torturados no prédio do quartel da BM, que na época estava em construção.

AntonioAlberiMaffi foi condenado a três anos e três meses de reclusão, cumprindo parte da pena no Presídio Estadual de Três Passos.

Depois de sair da prisão, auto exilou-se no Chile, de onde saiu por ocasião do golpe que derrubou o governo democrático de Salvador Allende, em 11 de setembro de 1973.

Morou no México, Bélgica e Argélia. Retornando ao Brasil, trabalhou no magistério estadual em Braga. Em 1974, foi sequestrado por policiais do DOPS. Mais tarde, foi professor na UNIJUI. Concorreu ao cargo de prefeito de Braga, tendo sido eleito por duas vezes. Desempenhou funções também na Amuceleiro. Concorreu a deputado estadual em 1994.

O filme Amanhecendo Cicatrizes é dirigido por Nelson Brauwers, Juarez Braga Zamberlan, IvânioDalagno e Valdinei Vargas da Silva. A edição é assinada por Jonatas Rubert.

Sua primeira exibição, como filme convidado pelo Festival de Cinema de Três Passos, será na sessão noturna de 8 de novembro, às 19 horas, no Cine Teatro Globo.

O filme busca resgatar um pouco da história da ditadura militar na região norte do Rio Grande do Sul, através dos relatos e acontecimentos ligados ao idealismo de um jovem e brilhante estudante secundarista, que decide enfrentar a ditadura. Com isso, paga um preço alto. Muitos que com ele convivem, desconhecem essa história – afirma o médico Nelson Brauwers, que recentemente exerceu a profissão em Braga, onde conheceu Alberi. “Desta convivência à decisão de produzir um filme foi quase um caminho natural – conclui Nelson.

Todos estão convidados para a sessão de estreia. Em breve o filme estará disponível em diferentes plataformas.

Amanhecendo Cicatrizes - TEASER