Imagem | Escultura | Jean-Michel Bihorel

JEAN-MICHEL BIHOREL

Jean-Michel Bihorel é um artista francês que produz esculturas a partir de softwares 3D. Um de seus principais trabalho é uma escultura feita com rachaduras que nos leva a um interior composto por pequenas flores delicadas.
O contraste  entre o aspecto de dureza do material e a mensagem poética e minuciosa de um corpo que não consegue, através da pele, cobrir sua parte florida dá o tom de grande obra de arte à escultura.
Um outro trabalho nos leva a revelações menos floridas: as rachaduras revelam folhas secas típicas do outono.
Há ainda aquela escultura que é toda ela formada por pequenas flores como num jardim humano, e, também trouxe aqui um monumento de uma face cujos traços lembram a arte kintsugi - a arte japonesa de consertar cerâmicas quebradas ou rachadas unindo seus pedaços com resina da árvore de laca e pó de ouro - essa arte carrega a ideia de que as imperfeições e os pequenos machucados que temos nos tornam únicos e podem ser transformados em algo muito bonito com algum cuidado e esforço.
Todos esses trabalhos de Bihorel tem um impacto inesquecível. A ideia de que também somos feitos de plantas, seja em flores, seja em folhas secas, nos atinge como princípio de florescimento, de transformação, de maturação, de deixar ir e também de deixar florir, e que isso seja visto em muitos casos através das rachaduras é um segredo talvez demoremos a aceitar.