VARIADAS

RIMAS

Roberto Bordini

Variadas Rimas, no seu conjunto, é um convite para o deleite e para a reflexão.

Eis que veio a lume a coletânea de poesias intitulada Variadas Rimas. É uma honra, mas, também, uma grande responsabilidade fazer a apresentação desta obra. Seu autor, Roberto Mazzini Bordini, é um pensador que escreve com profundidade, brilho e mestria. Aqui, as poesias são, ao mesmo tempo, profundas no seu conteúdo e brilhantes na sua estrutura formal.

O Baleia - apelido carinhoso pelo qual todos o conhecemos - há muito nos devia esta obra. Ele traduz, através das poesias, ideias que permitem um mar de significações. As mais variadas, como convém à verdadeira poesia. O sentido da vida, a defesa do meio ambiente e os amores que nos movem enquanto seres humanos aparecem ao longo da obra, a qual foi, seguramente, tomando forma nas noites inspiradoras pelo sonido das águas do Rio Uruguai, ou, quiçá, no meio de pescarias de dourados em traiçoeiras corredeiras d’algum rio. Para o bom poeta, não existe hora para fisgar palavras e variadas rimas! Por isso, Variadas Rimas, no seu conjunto, é um convite para o deleite e para a reflexão.

Roberto Bordini muito já contribuiu até aqui com a formação da nossa cultura, como é sabido por todos, mas, agora, com esta obra, coloca seu nome em definitivo entre os grandes da literatura. Algo que é motivo de orgulho para todos nós. Variadas Rimas é uma obra que retrata a caminhada de um poeta que alcançou a maturidade intelectual e a sua leitura, certamente, trará não apenas momentos de enlevo - próprios da poesia -, como, também, momentos da mais pura reflexão filosófica. Por isso, a apresentação desta obra, como dito no início, suscita um quê de responsabilidade: seja pela estatura do seu autor, seja pela robustez do seu conteúdo.

As poesias que compõem Variadas Rimas são todas de uma beleza ímpar e devem ser sorvidas lentamente, uma a uma, como o lento passar do rio ou como o viver bem vivido. Afinal, por que correr se o que importa mesmo na vida, como diz o poeta na poesia “Pensando a Felicidade”, é a caminhada em si? E a poesia nos dá essa possibilidade única, muito bem explorada pelo autor.

Trata-se de uma obra rara - de leitura obrigatória por todos aqueles que têm paixão pela poesia! -, que devemos receber como um presente, desses que a vida somente de tempos em tempos resolve nos conceder.

JOSÉ ORLANDO SCHÄFER

SOBRE O AUTOR

Roberto Mazzini Bordini nasceu em Garibaldi em 1960. Desde 1963 mora em Três Passos. É advogado e por dez anos foi professor de direito e língua portuguesa na Escola Cenecista Rui Barbosa.  Durante vinte e cinco anos escreveu as Crônicas das Pessoas da Cidade sucessivamente nos jornais Celeiro, Regional, Atos e Fatos e Atualidades. É autor da letra do Hino a Três Passos, cuja melodia foi composta por seu irmão, Maestro Ricardo Bordini. É casado com Sandra Pires, seu mais permanente amor e pai da Thays, sua laranjinha de amostra, o ser mais perfeito dentre o alegre bando de mais de sete bilhões de seres humanos que habitam este planeta. Ao escrever esta biografia, lembrou de uma quadrinha nordestina, cuja autoria já lhe se foi da lembrança: “Vaqueiro só pensa em vaca/ Boiadeiro só fala em boi/ Moça moderna em motel/ Velho só conta o que foi”.